Longe de ser apenas uma dieta, o veganismo é um estilo de vida que tem como principal objetivo eliminar a exploração de animais. Assim, ser vegano é ter uma alimentação livre de qualquer carne, laticínios, ovos e mel, não usar nenhum vestuário de couro ou qualquer produto testado em animais.

Receita de Chips veganos de abobrinha ao forno

40 minutos 4

Além de servir como um delicioso aperitivo, os chips de abobrinha são ainda mais saudáveis por ir ao forno, ao invés de imergi-los em óleo. Ficou interessado? Confira a receita!

Receita de Brigadeiro de inhame

40 minutos 15

O brigadeiro pode também ser feito de acordo com o veganismo e com um valor nutricional que a receita original não possui. Delicie-se com esta receita!

Receita de Batata suíça vegana

60 minutos 6

Além de possui várias propriedades nutritivas, a batata ainda é deliciosa. A seguir, vamos ensinar uma receita que pode ser uma ótima opção para o almoço.

Receita de torta de berinjela

105 minutos 4

A berinjela é um vegetal bastante versátil. As receitas veganas com berinjela podem ser ótimos acompanhamentos ou até mesmo prato principal.

Receita de espinafre com grão-de-bico

35 minutos 2

Uma receita fácil e rápida de ser preparada, que não vai exigir muito de seu tempo, ou habilidade culinária. Além de tudo, é deliciosa e pouco calórica.

Receita de kibe vegano

95 minutos 25

O ingrediente marcantes deste salgado é o trigo para kibe, com proteina de soja fica bem crocante dificilmente notará que é uma receita vegana.

Vegano: significado

Mesmo com um objetivo em comum, alguns veganos elaboram a sua alimentação com base nos benefícios saudáveis que uma alimentação sem derivado animal pode proporcionar. Enquanto outros procuram substituir os ingredientes para ainda aproveitar os alimentos considerados mais calóricos, como bolos, lanches, massas, etc.

Se você ainda não conhece nada sobre a cultura vegana, é possível que logo essa realidade mude: só no Brasil, já são mais de 5 milhões de veganos. Mas, você sabe o que é vegano? Se você acredita que é apenas “não consumir carne”, precisa conhecer mais sobre as receitas veganas e o movimento que luta pelo bem-estar animal. Nós explicamos tudo no texto abaixo, e também trazemos algumas dicas veganas, acompanhe.

Se você acha que todo esse movimento é recente, saiba que a Sociedade Vegana aponta evidências que o estilo de vida começou a nada menos do que 2 mil anos! Até mesmo o famoso filósofo Pitágoras seguia uma dieta vegetariana.

Por que ser vegano?

Pode ser que você esteja se perguntando qual a diferença entre veganismo e vegetarianismo. A verdade é que todo vegano é vegetariano, mas nem todo vegetariano é vegano.

Lembra da Sociedade Vegana que citamos? Ela foi criada por um grupo de pessoas que eram adeptas ao vegetarianismo, mas que queriam mais do que isso. Desde então, a definição de veganismo evoluiu muito e, atualmente, envolve “a busca do fim do uso de animais para alimentação, commodities, trabalho, caça e por todos os outros usos envolvendo a exploração da vida animal pelo homem”.

Argumentos não faltam para os apoiadores da causa: a cada ano, cerca de 70 bilhões de animais terrestres são mortos para o consumo humano; a cada segundo, 193 animais são mortos pela pecuária só no Brasil; a pecuária é responsável por quase 15% das emissões mundiais de gases do efeito estufa.

Comida vegana

Apesar de muito se perguntar sobre os alimentos veganos e se a dieta é suficiente para suprir as necessidades do nosso organismo, saiba que a gastronomia vegana pode ser muito completa! A começar pelos grãos e cereais, eles consomem arroz marrom, quinoa, aveia, milho, cevada, gérmen de trigo, entre outros, o que os possibilita fazer diversos tipos de massas e pães.

Os legumes e verduras estão liberados. Os vegetais verdes fornecem folato, responsável pela produção e manutenção das células. Folhas mais escuras, como a da couve, do brócolis ou repolho auxiliam na tarefa de repor o cálcio, essencial na manutenção dos nossos ossos e dentes, além de ter papel fundamental na transmissão dos impulsos nervosos e na contração muscular.

As frutas são fontes de vitaminas, fibras e muitos sais minerais. Para conseguir proteínas e ferro, os veganos consomem feijão, soja, lentilha, ervilha, grão-de-bico entre outras leguminosas. É nas leveduras que eles absorvem o Complexo B, tão importante para o metabolismo celular.

Você já deve ter escutado sobre a importância de consumir peixe para conseguir Ômega 3, certo? Para os veganos, a melhor fonte de ácidos graxos é o óleo de linhaça. Na internet, o termo “comida vegana fácil” é explorado ao máximo para mostrar as pessoas a variedade de opções da culinária vegana. Há para todos os gostos, receitas de massas, tortas, sopas, saladas, diferentes doces e até mesmo churrasco vegano!

No mundo vegano, uma das opções para o churrasco, a chamada carne vegana, é usar o famoso tofu. Você só precisa fazer uma marinada com molho de soja, azeite e ervas e deixar o tofu descansar por cerca de meia hora.

A dica é colocar uma colher de chá de vinagre de maçã ou um pouquinho de açúcar mascavo na marinada se você quiser o seu tofu crocante. Depois, é só cortar o tofu em fatias e colocar diretamente na grelha, ou fazer espetinhos mesclando o tofu com tomate, pimentão, cebola e abacaxi.

Como ser vegano

Se você se identifica com a causa e deseja aderir à vida vegana, o primeiro passo é se consultar com um nutricionista, que fará um cardápio específico para as suas necessidades. Para entender mais sobre o assunto, você também pode ler o “Guia Alimentar de Dietas Vegetarianas para Adultos”, publicado pela Sociedade Vegetariana Brasileira.

Para quem tem dúvidas sobre o valor gasto para este estilo de vida, existem diversos textos e vídeos na internet mostrando as compras mensais de veganos. A base da alimentação vem da feira, possibilitando custos baixos. Alguns alimentos, por serem produzidos em baixa escala, são mais caros, mas, talvez, o que pesa mais no bolso é a “moda vegana”, que ainda é restrita e sem incentivos fiscais.

Dentro do veganismo existe ainda o crudiveganismo, que é o consumo dos alimentos crus. Um indivíduo crudivegano alimenta-se apenas de vegetais que não tenham sido cozidos, pois, dessa forma, consegue aproveitar melhor os nutrientes dos alimentos, que em grande parte são perdidos durante o cozimento.

Certamente isso também lhe interessará:

 

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 0/5 (0 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário